Este site necessita de javascript activo.

A votação das propostas decorreu de 1 a 21 de Outubro. Consulte os votos obtidos por cada proposta nesta segunda fase.

2

Pesquisar Propostas Apresentadas

Por Número  
Por Designação
Área de Intervenção
 
Número de propostas apresentadas : 19

 
Aquisição de um Veículo de Combate a Incêndios em espaços naturais para o Corpo de Bombeiros de Linda-a-Pastora
 6 Internet
Pedro Vicente

Proposta
Os corpos de bombeiros enquanto agentes de proteção civil dos seus concelhos, e do país, necessitam de apoios do estados e sobretudo das autarquias para os seus planos de re-equipamento.
A legislação em torno das especificações técnicas de veículos de bombeiros, nomeadamente, de veículos de combate a incêndios florestais ou em espaços naturais, tem vindo a ser atualizada no sentido de suprir, nos novos veículos, alguns problemas e falhas que colocam em causa a segurança e o trabalho dos bombeiros nos diversos teatros de operações.
O corpo de bombeiros de Linda-a-Pastora tem neste momento ao serviço um Véiculo Florestal de Combate a Incêndios (VFCI) que ultrapassou o tempo de vida útil (cifrado nos 15 anos) e que naturalmente não oferece as condições de segurança que os bombeiros necessitam para poderem operar em dificeis teatros de operações, que em alguns casos tiram a vida a homens e mulheres que abnegadamente dão tudo em prol dos outros.
Veja-se o ano de 2013 que teve um verão severo, e que obrigou a um enorme esforço dos homens e dos seus equipamentos para proteção de pessoas e bens, não sendo o CB Linda-a-Pastora excepção, já que esteve presente em incêndios em todos os distritos a norte do Rio Tejo, durante praticamente 2 meses sem interregno. Este CB tem ainda a seu cargo a proteção de um dos "pulmões" da região de lisboa, situado no nosso concelho, a mata do Estádio Nacional, intervindo também em auxilio a outras corporações dos concelho sempre que solicitado, totalizando cerca de 90 incêndios todos os anos.
Estes veículos (VFCI) são ainda usados prioritariamente em situações de inundação, quedas de árvore e desobstrução de vias de comunicação durante as intempéries que por algumas vezes se abatem sobre o território, dada a sua polivalência adquirida através dos inúmeros equipamentos incorporados.
Objectivos
O objetivo da proposta centra-se na comparticipação pela CMO, através do Orçamento Participativo, na aquisição de um Véiculo Florestal de Combate a Incendios, que substituiria o atual VFCI do CB Linda-a-Pastora, entretanto ultrapassado ao nivel das especificações técnicas exigidas pelo Despacho 3974/2013, de 15 de Março.
A aquisição deste equipamento teria impacto ao nivel da segurança dos cidadãos e respetivos bens, do próprio património natural de todos nós, e também ao nivel da segurança dos bombeiros e da fiabilidade em operação conferida aos mesmos.
Investimento Estimado 125000
Votos (Primeira Fase) 912
Votos (Segunda Fase) 3345
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
AQUISIÇÃO DE VIATURA PARA DOENTES NÃO URGENTES
 81 AP Oeiras
Carla Sofia de Almeida Alves

Proposta
Os bombeiros são desde sempre solicitados para o transporte de doentes urgentes ou não. Cada vez as solicitações são mais e os recursos materiais são menos.
É necessário colmatar esta falha nos recursos materiais para que o serviço prestado à população seja mais eficaz.
Este projecto tem como investimento previsto 35.000€ e servirá a população com mobilidade reduzida temporária ou permanente fruto de acidentes, patologias ou o avanço de idade.
As faixas etárias abrangidas vão desde a infância até à terceira idade.
Objectivos
Apoio a doentes no concelho.
Investimento Estimado 
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 1762
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
MERCADO SOCIAL E CULTURAL DE LINDA-A-VELHA
 72 AP Linda-a-Velha
Teresa Mendes

Proposta
O Mercado Social e Cultural de Linda-a-Velha refere-se à reabilitação das infraestruturas do Mercado de Linda-a-Velha em benefício da comunidade local. Contempla várias áreas de elevada necessidade para a população: infraestruturas para o Projecto União Solidária das Freguesias, Dinâmica Sénior, Oficinas Sociais, Café – Concerto e Cultura, Salas e formação.
Objectivos
Infraestruturas para diversas actividades.
Investimento Estimado 290000
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 1648
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
O CONCELHO DE OEIRAS E O MAR DESPORTIVO
 88 AP Carnaxide
António Santos

Proposta
Necessidade de um transporte para fazer a ligação das escolas do concelho para o fomento das actividades náuticas. Neste momento não existe transporte para os locais privilegiados para estas actividades assim como a utilização dos equipamentos existentes subaproveitados durante a semana. A necessidade do transporte é inerente à falta de tempo das próprias famílias em acompanhar os seus filhos.
Objectivos
Apoio à actividade desportiva - desportos náuticos.
Investimento Estimado 46000
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 1969
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
VIATURA DE FRIO – PROJECTO SOLIDÁRIO DE APOIO ALIMENTAR
 69 AP Linda-a-Velha
Luisa Virtudes

Proposta
O projecto União Solidária precisa de uma viatura de frio de transporte de alimentos, para garantir a segurança dos alimentos que é prestada às famílias carenciadas no âmbito do projecto.
Objectivos
Segurança alimentar das famílias carenciadas.
Investimento Estimado 35000
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 1815
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
CENTRO DE NOITE
 90 AP Porto Salvo
Rui Miguel Costa Sobral

Proposta
Considerando que:
• Existem pessoas idosas sem suporte familiar,
• A diminuição dos rendimentos dos idosos tem implicado dificuldades em fazer cumprir as despesas de habitação,
• Cumulativamente, não possuem rendimentos para “contratar” pessoa para acompanhar à noite e/ou cumprir as tarefas diárias.
Proposta: criação de um espaço de acolhimento para idosos isolados, com autonomia. Facultar apoio integrado a pessoas idosas, que tenham dificuldades em cumprir as tarefas domésticas diárias, através de apoio e acompanhamento, nomeadamente a pessoas sem suporte familiar.
Objectivos
Espaço e serviços de apoio a idosos.
Investimento Estimado 
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 1931
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
CRIAÇÃO DE ZONA 30 NA RUA LUIZA NETO JORGE E RUA TOMÁS VIEIRA DA CRUZ
 87 AP Carnaxide
Nuno Brazão

Proposta
Criação de zona 30 nas ruas supracitadas, Rua Luiza Neto Jorge e Rua Tomás Vieira da Cruz.
Nas ruas referidas a velocidade é tudo menos adequada à zona residencial que serve pondo em causa a segurança das pessoas e crianças que aí habitam!
Objectivos
Redução de velocidade dentro do bairro.
Investimento Estimado 
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 746
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
VEÍCULO LIGEIRO DE COMBATE A INCÊNDIOS – ALGÉS
 71 AP Linda-a-Velha
Luciano António Gomes Brito

Proposta
Compra de um veículo ligeiro de combate a incêndio, compatível com as difíceis condições de circulação e acesso em meio urbano.
Objectivos
Compra de um veículo ligeiro de combate a incêndio.
Investimento Estimado 
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 4202
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
CARRINHA PARA TRANSPORTE ESPECIAL
 73 AP Barcarena
Lisete Martins

Proposta
Compra de carrinha especial para transporte de deficientes do concelho de Oeiras, que se encontram sem meios próprios de locomoção para a prática desportiva com ganhos comprovados na inclusão social, desportiva e auto-estima.
Objectivos
Apoio a pessoas com deficiência.
Investimento Estimado 51000
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 1144
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
SOCORRO PRÉ-HOSPITALAR DE EMERGÊNCIA
 75 AP Barcarena
Helder Jóia da Silva

Proposta
Proponho a aquisição de uma ambulância de socorro, para benefício dos munícipes das freguesias de Oeiras e S. Julião da Barra e Porto Salvo, zona de intervenção da Associação Humanitária de Bombeiros de Oeiras, responsável por cerca de 25% de todo o socorro prestado no concelho de Oeiras. Por falta de meios este ano de 2014 já rejeitámos cerca de 70 intervenções.
Objectivos
Melhoria da prestação de socorro.
Investimento Estimado 55000
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 4558
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
PROJECTO CUIDADOS PALIATIVOS
 80 AP Oeiras
Maria Gonçalves

Proposta
Prestação de cuidados paliativos em todo o concelho de Oeiras – gratuitos.
Apoio a cuidadores.
Formação / consultadoria a:
- Cuidadores;
- Profissionais de saúde;
- Ajudantes de acção directa.
Equipa comunitária de suporte em cuidados paliativos.
Temos assistido nos últimos anos a enormes avanços na medicina, melhoria das condições de vida e saúde das populações, proporcionando que as pessoas vivam cada vez mais tempo, concomitantemente, o aumento das doenças crónicas, falência de órgãos e consequentemente processos de grande dependência e incapacidade dos doentes durante períodos de tempo mais longos, até à morte.
A equipa comunitária de suporte em cuidados paliativos necessita de uma viatura a fim de se deslocar ao domicílio dos doentes, para a prestação de cuidados de saúde ou fim de vida.
Objectivos
Melhoria de cuidados paliativos.
Investimento Estimado 23000
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 862
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
PARQUE URBANO DE PORTO SALVO
 91 AP Porto Salvo
Alberto Avelino

Proposta
A ideia geral para este projecto é a criação de um parque inserido em meio urbano, capaz de satisfazer as necessidades de lazer da população. Desta maneira, é proposto um parque que conjuga ao longo de todo o seu espaço, locais para lazer activo e lazer passivo, oferecendo à população locais de entretenimento, de estadia e até de restauração, incluindo um parque canino, área de recreação infantil, um elemento de água e diversos espaços verdes. O local do projecto apresentado é um espaço incluto situado na freguesia de Porto Salvo.
Actualmente o espaço não tem qualquer uso, sendo um espaço meramente de travessia pedonal e para passeio de animais domésticos.
Objectivos
Parque urbano.
Investimento Estimado 200000
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 369
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
Participa +
 32 Internet
Odete Nunes

Proposta
A proposta visa a criação de um programa de ocupação de tempos livres, a custos comportáveis pelas famílias de crianças e jovens com necessidades especiais, em idade escolar. O programa inclui a aquisição de uma viatura adaptada, uma vez que o transporte destes utentes é uma das barreiras encontradas pelas famílias para a sua inclusão em estruturas de ocupação de tempos livres.
O programa de ocupação de tempos livres realizar-se-à no Centro Nuno Belmar da Costa, equipamento da Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa, contemplando a dinamização de actividades pós-lectivas de apoio ao estudo, actividades de desporto adaptado e terapias especializadas (fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia, snoezelen e massagens de relaxamento e geotermais). Os apoios serão prestados por um conjunto de profissionais especializados na área das necessidades especiais.
Objectivos
A proposta apresentada tem como objectivos:
1. Proporcionar à criança ou jovem com necessidades especiais, entre os 6 e os 18 anos, um espaço de desenvolvimento de competências (intelectuais, psicomotoras e afectivas) e de integração social, onde pode encontrar respostas para as suas necessidades específicas de aprendizagem e reabilitação.
2. Contribuir para a promoção da saúde, qualidade de vida das crianças e jovens e suas famílias.
3. Ser, para os pais, uma alternativa de acompanhamento para os seus filhos, num espaço adaptado e com uma equipa credível e qualificada.
4. Estimular a auto-estima, o auto-conceito e a autonomia da criança ou jovem com necessidades especiais.
Esta proposta procura colmatar as lacunas existentes no concelho ao nível de respostas dos centros de recursos para a inclusão, na ocupação dos tempos livres das crianças e jovens com necessidades especiais e na insuficiência e desadequação dos horários dos serviços de transporte adaptado.
Investimento Estimado 300000
Votos (Primeira Fase) 197
Votos (Segunda Fase) 332
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
SAÚDE + As medicinas não convencionais próximo do doente oncológico
 86 AP Carnaxide
Elsa Ribeiro

Proposta
Criação de centro especializado no tratamento e acompanhamento do paciente oncológico (extensivo a familiares) integrando a acumpunctura, como alternativa à medicina convencional.
Objectivos
Melhoria da qualidade de vida dos doentes oncológicos.
Investimento Estimado 
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 194
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
EDIFÍCIOS DE UTILIDADE PÚBLICA DA FREG. BARCARENA – REMOÇÃO E SUBSTITUIÇÃO DA COBERTURA DE AMIANTO
 76 AP Barcarena
Mário Augusto Osório Antunes Pinto

Proposta
Alteração dos telhados da Associação em situação degradada - telhas com amianto.
Pavilhões com utilização sistemática de dezenas de utentes. /
Substituição das coberturas com amianto dos edifícios públicos da Freguesia de Barcarena, priorizando a intervenção segundo o estado de degradação.
Objectivos
Substituição de coberturas com amianto em edifícios públicos.
Investimento Estimado 55000
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 132
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
PROMOÇÃO DA CANOAGEM DE MAR NO CONCELHO DE OEIRAS
 74 AP Linda-a-Velha
António José Santos

Proposta
Uma vez que Oeiras se situa na orla marítima e sendo proponente (CMCS) um clube com actividades desportivas ligadas ao mar pretendemos aumentar a dinamização da canoagem junto das camadas mais jovens, nomeadamente estudantes do concelho através do desporto escolar, cuja ligação já existe através das ligações com as escolas. Como somos um clube sem fins lucrativos e dependendo apenas das cotas dos sócios não podemos disponibilizar verbas para a compra de novos equipamentos.
Objectivos
Promoção da canoagem de mar.
Investimento Estimado 3800
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 40
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
DISPONIBILIZAÇÃO DE 2 VIATURAS PELA CMO PARA CUIDADOS / TRATAMENTOS NO DOMICÍLIO
 92 AP Porto Salvo
Ricardo Manuel Veiga Carvalho

Proposta
Solicitamos duas carrinhas para prestar cuidados domiciliários na comunidade, nomeadamente à criança em risco, na saúde escolar, a nível das escolas do concelho e no adulto dependente em regime domiciliar.
Objectivos
Apoio à comunidade.
Investimento Estimado 
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 70
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
PARQUE SOLAR DE PORTO SALVO
 93 AP Porto Salvo
Carla Sofia de Almeida Alves

Proposta
Instalação de um parque solar constituído por painéis fotovoltaicos, situado na Quinta da Estrangeira, em Porto Salvo, com duplo objectivo:
• Abastecer energeticamente a sede do Rancho Folclórico Flores da Beira (edifício municipal utilizado pela população local e inter-municipal) e iluminação pública da área,
• Impulsionar actividades de educação ambiental na área das energias renováveis.
O número de painéis a instalar será o equivalente ao montante disponível a atribuir a cada proposta.
Objectivos
Parque de produção de energia solar fotovoltaica.
Investimento Estimado 300000
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 143
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída
ACADEMIA DE MOBILIDADE
 83 AP Oeiras
Maria Graziela do Fetal Pires

Proposta
A Academia de Mobilidade tem como missão a difusão do exercício físico para os idosos.
A criação da primeira academia de mobilidade realizará várias actividades, tais como: ginástica sénior, dança, ioga e reabilitação motora.
A proposta centra-se na requalificação ao espaço já existente, criação de espaço ao ar livre e dotação de equipamentos.
Objectivos
Exercício físico para idosos.
Investimento Estimado 85000
Votos (Primeira Fase) 0
Votos (Segunda Fase) 8
Situação Em votação na segunda fase
Razão de Exclusão Proposta não excluída